" A Enfermeira Misteriosa "



Todos os dias a conversa no vestiário era a mesma... a tal enfermeira que aparecia a noite para cuidar dos doentes. Eu ria muito e sempre desacreditei nesta estória, achando que isto era mais um dos "causos" que se contam no hospital. As vezes na minha visita diária aos doentes, algum paciente falava como era meiga e prestativa aquela enfermeira idosa que passou a noite lá. Achava meio estranho, pois não tínhamos nenhuma funcionária com a descrição dada pelos pacientes, mas até aí, a noite todos os gatos são pardos, pensava eu. Um dia, no mesmo vestiário, exclamei aos quatro ventos: "eu não acredito! Se tiver esta tal enfermeira só vou acreditar nela se ela aparecer na minha frente"... e fui para casa.

Pela manhã, adentrei a enfermaria, brincando com a colega que estava atrás do balcão do posto de enfermagem, usando aquela toquinha tradicional (que hoje já não usamos mais), mas a mesma não falava nada comigo. Brinquei novamente: "o colega! tá dormindo!... vamos acordando, já cheguei para render o plantão"... mas nada dela conversar comigo. De repente minha colega saiu do quarto e me respondeu: Você está maluca? Tá falando sozinha? eu respondi convicta: Eu não é a colega que deu plantão com você? Que colega? Quem me dera tivesse alguém para me ajudar? A que... (apontei para um balcão vazio)... estava.... ali! respondi espantada. Depois você diz que dormiu bem...deve ser a enfermeira fantasma. riu a mesma. Bom, que ela estava lá, estava, juro!... Se foi a enfermeira fantasma, ela deve ter perdido o horário de sair para me esperar, teimosa, quis me mostrar que ela existia sim!.

* Lenda enviada por: Webmaster


These icons link to social bookmarking sites where readers can share and discover new web pages.
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google
  • Furl
  • Reddit
  • Spurl
  • StumbleUpon
  • Technorati