Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Archives

Cernunnos



Cernunnos é a divindade misteriosa com chifres, que era adorado pelos Celtas na idade do ferro e em toda a Europa até o final do primeiro século. Pouco se sabe sobre Cernunnos, exceto seu nome e sua imagem, que aparece em muitas esculturas de pedra e outros artefatos em toda a Europa. Ele aparece coroado com chifres de veado, é muitas vezes sentado em uma posição de meditação, e é quase sempre retratado com imagens de animais selvagens. Cernunnos é um nome romano que significa "um chifrudo". Ele é freqüentemente associado com o caçador Herne, um personagem do mito popular britânico, e o "homem verde" da arquitetura européia. Invasores romanos associaram Cernunnos com o deus Mercúrio. Sua aparência foi finalmente adaptada como o diabo cristão.



É o Deus da fertilidade, natureza, vida, animais, riqueza e do submundo. Ele era adorado por toda a Gália, e seu culto espalhou-se a Grã-Bretanha também.O Deus Chifrudo é nascido no solstício de inverno, casa-se com a deusa em Beltane, e morre no solstício de verão. Ele alterna com a deusa da lua na decisão sobre a vida ea morte, dando continuidade ao ciclo de morte, renascimento e reencarnação.Às vezes era representado alimentando animais; também podia mudar de forma e aparecer como cobra, lobo ou veado.



Sua primeira representação conhecida está presente em uma gravação sobre rocha datada do século IV a.e.c. encontrada no norte da Itália. Ali ele já aparece como um ser de aspecto antropomorfo, dotado de dois chifres na cabeça e dois torques em cada braço.  (Torque uma espécie de colar torcido com as extremidades em forma de argola).

Sua imagem mais famosa é a do caldeirão de Gundestrup, um lindo recipiente de prata de 36 centímetros de altura utilizado em rituais e que foi encontrado na Jutlândia, Dinamarca, quebrado em cinco pedaços. A peça foi reconstituída para que pudesse ser admirada em toda a sua beleza. Neste caldeirão, Cernunnos senta-se com as pernas cruzadas, com um torque no pescoço e outro na mão direita e segura uma serpente com a mão esquerda. Das figuras que o acompanham, destacam-se um cervo de um lado e o que poderia ser um javali do outro lado. Também aparece um homem montado em um salmão (o peixe da sabedoria) e dois animais da mesma espécie que se enfrentam.



A estátua feita de pedra ou madeira representando o deus é considerado um objeto de proteção contra maus espíritos além de atrair boa sorte.

These icons link to social bookmarking sites where readers can share and discover new web pages.
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google
  • Furl
  • Reddit
  • Spurl
  • StumbleUpon
  • Technorati

Nefilins, os gigantes



Nefilim, do hebraico נְפִלנ ְפִיל nefilím, que significa "aqueles que cairam do ceu", Tirano, mas tal termo é uma variação do termo נָפַל. Deriva da forma causativa do verbo na·fál ou nefal (fazer cair; cortar), conforme encontrado, por exemplo, na Bíblia em 2 Reis 3:19; 19:7. Traz uma idéia de dividido, falho, queda, perdido, mentiroso. Literalmente "os que fazem os outros cair". No Dicionário de Strong são chamados de "tiranos". Em Aramaico Nephila designa a constelação de Orion, que entre os hebreus era o anjo Shemhazai (Semyaza, Samyaza, Semyaze)

Segundo o Livro de Génesis e outros textos apócrifos anteriores: um grupo de cerca de 200 anjos e tinham como função observar o destino da humanidade eles eram assim chamados de "os vigilantes".Os 200 anjos desejavam as mulheres dos homens e resolveram abandonar o céu para concretizarem seus desejos. o lider desses anjos era Samyaza, ele porém fez um pacto com os outros anjos, para que nenhum mudasse de ideia na hora de descer a terra, eles fizeram o pacto sobre o monte Armon. Assim os anjos se materializaram e tiveram relações sexuais com as lindas mulheres. Desta união entre anjos encarnados e mulheres nasceu uma raça hibrida chamada de "nefilins" possuiam poderes sobrenaturais e foram conhecidos como "heróis da antiguidade", foram chamados também de "semi-deuses".



O Deus de Israel por desaprovar tal união entre anjos e humanos isso iria contra a própria natureza humana e angelical, uma vez que Deus proibiu os humanos de tocarem a árvore da sabedoria , os nefilins representavam tudo que era mais abominável para Deus, pois não eram anjos nem humanos e possuiam poderes e conhecimento que ultrapassavam os limites impostos por Deus para os humanos, além de poderem facilmente transmitir seu conhecimento, assim pela sua natureza semi-divina facilmente idolatrável,alguns humanos começaram a cultuar os nefilins e os adorar, parar de o odarar Deus para adorar outros seres celestes ou é a maior das afrontas para ele.



Segundo as escrituras, Deus arrependeu-se da criação dos nefilins e enviou o dilúvio para destruir toda humanidade e junto os gigantes nefilins,do qual apenas Noé e os seus familiares sobreviveram, assim dando fim a raça dos gigantes,e por fim recomeçar uma nova humanidade.

Segundo a tradição judaico cristã, quando o dilúvio devastou a face da terra,

Os anjos que abandonaram os céus, incorporando e assim casando com as mulheres, desincorporaram e assim regressaram á sua forma celeste. Contudo, já não podiam regressar á presença de Deus, assim se transformaram em demônios.

Também os espíritos dos nefilins, ( que morreram no dilúvio), foram condenados a vaguear eternamente pela terra, também eles transformando-se em espíritos impuros ou demónios.

These icons link to social bookmarking sites where readers can share and discover new web pages.
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google
  • Furl
  • Reddit
  • Spurl
  • StumbleUpon
  • Technorati