(Os relatos contidos neste artigo foram obtidos através de testemunhas oculares e pessoas próximas que presenciaram o espanto e terror daqueles que participaram dos fenômenos descritos).

No interior do Estado de São Paulo, na região entre Sorocaba, Araçoiaba da Serra e Iperó, existe uma fazenda histórica, criada ainda na época do império.
Seu início data do século XIV, no século da descoberta do Brasil.
Nesse local deu-se início à primeira fábrica à forjar metais, produzindo-se armas e peças diversas utilizadas pelo exército e cavalaria da época do império. Seu nome era "Real Fábrica de Ferro Ipanema", hoje conhecida como "Fazenda Ipanema" (Coordenadas: 23°25'32.95"S, 47°35'55.47"W).


Como em todo Brasil, ali também era utilizada ostensivamente a mão de obra escrava, com negros e índios da região sendo utilizados para a realização dos trabalhos pesados existentes na fazenda.

Os Engenheiros responsáveis pelas obras comandavam capatazes que não exitavam em torturar e punir severamente os escravos que não cumpriam as ordens e tarefas que lhes era passada durante o dia.
A punição mais utilizada era o açoite, amarrando-se os escravos em pelourinhos e chicoteando-os rigorosamente, em muitos casos até a morte.

Na Fazenda ipanema também foi construída a primeira represa artificial do Brasil.
Sua construção teve uma característica peculiar: as margens eram fundas, chegando à ter aproximadamente 40m de profundiade, e com a parte central mais rasa, com cerca de apenas um metro de fundura.
Essa caracteristica foi projetada, visando evitar a fuga dos escravos, pois os mesmos viviam com pesos presos aos pés, e caso algum deles resolvesse fugir pela represa, morreriam afogados logo na margem, e se por algum milagre algum dos escravos conseguisse nadar mesmo com os pesos, ficariam presos no centro da represa, local que era mais raso, permitindo que o fugitivo fosse visto à distãncia, e com isso seria preso novamente, ou morto pela tentativa de fuga.


Casa Sede (Antiga Moradia do Engº Vanhagen)



Interior da Casa Sede, onde "Aparições" foram vistas


Vista da 1ª represa artifical do Brasil na Fazenda Ipanema


As fornalhas da antiga fábrica de metais e armas também eram "tocadas" pelos escravos.
Em sua parte central, havia uma sala onde os escravos que tr abalhavam ali "excitavam" o fogo para que atingisse a temperatura necessária para o derretimento dos metais e materiais utilizados.
Os escravos mais velhos morriam, quando muito velhos, com a idade de 32 anos devido à grande variação de temperatura que sofriam durante o dia. Ficavam em altas temperaturas na fornalha, e em seguida saiam na friagem externa, retornando para o calor logo em seguida.



Fornalhas onde os escravos trabalhação sob altíssimas temperaturas

Tudo isso trouxe muito sofrimento para aquele povo, o qual não tinha conforto algum, liberdade e senso de humanidade por parte de seus feitores.

Anos se passaram, a escravidão foi abolida com a assin

atura da Princesa Isabel, e lentamente a mentalidade das pessoas foi se alterando.
Tempos mais tarde a Real Fábrida de Ferro Ipanema foi desativada, restando apenas suas casas, construções e monumentos históricos.
Muitos móveis que eram utilizados no casarão da f

azenda, os quais marcaram época, foram transferidos para os museus do Ipiranga em São Paulo e de Petrópolis no Rio de Janeiro.

Atualmente o local é preservado pelo Ibama, sendo que foram realizadas restaurações em algumas construções, preservando a memória histórica do local, que foi um marco pioneiro para o Brasil.

A área em volta da Fazenda Ipanema é rica em

Minério do tipo Magnetita, o qual também é utilizado entre outras aplicações, para a fabricação de imãs. Devido à esta característica, em alguns locais existem fenômenos de pertubações magnéticas em bússolas e até em marca passos cardíados, porisso o cuidado deve ser tomado por pessoas usuárias desse tipo de equipamento.

FATOS E MISTÉRIOS:

Atualmente muitos avistamentos de luzes nos céus, e mesmo de OVNI's são relatados em locais específicos dentro dos limites da Fazenda Ipanema.
Vigilias já foram feitas à noite para observar os poss

íveis avistamentos de luzes, e foram feitos registros fotográficos e até filmagens desses fenômenos nesse local. Mas na realidade os avistamentos de luzes e OVNI's é um mistério, pois não se sabe o real motivo de tantos avistamentos na fazenda Ipanema.

Alguns casos sobrenaturais, entre vários ocorridos nas dependências da fazenda, foram relatados nos últimos tempos, sendo alguns descrios à seguir:


  • Em uma determinada noite, durante um a ronda feita por um segurança próximo à antiga Casa de Armas, ele ouviu um barulho no llocal e foi investigar a ocorrência.
  • Chegando até o local com sua lanterna e arma, observando o interior da construção, observou um menino negro encolhido em um canto, chorando, e ao mesmo tempo uma mulher, também negra, se deslocando próximo ao menino, chorando e gemendo. Após alguns instantes ambos desapareceram diante dos olhos espantados do segurança. No dia seguinte ele se demitiu.
  • Também na antiga Casa de Armas, já fora m relatadas visões de vultos que "passaram de forma rápida" próximo às pessoas durante a visita naquele local.



Interior da Casa de Armas

  • Na casa sede, onde residiu na época remota de quando a Real Fábrica de Ferro Ipanema ainda funcionava, o Engenheiro Vanhagen, muitos turistas durante visita juraram ter visto vultos de pessoas negras se deslocando por alguns comôdos, desaparecendo em seguida.
    Pessoas sensitivas já chegaram a desmaiar no interior da casa, relatando a forte sensação da existência de presenças sobrenaturais no local.

  • Um dos casos mais espantosos aconteceu ainda à pouco tempo:
    Aproximadamente no ano 2000, houve um assassinato nas dependências da Fazenda, onde uma moça foi morta à enxadadas.
    Por volta do ano de 2007, dois médicos se hospedaram no alojamento da Fazenda para passar o fim de semana, a fim de conhecer melhor os pontos turísticos existentes ali.
    Na manhã do dia seguinte à sua chegada à Fazenda, ambos os médicos se dirigiram ao centro de visitantes, e pediram para que sua conta fosse fechada, pois iriam embora.
    Ao serem indagados o porque iriam embora antes do final de sua estadia, ambos relataram que ficaram muito assustados, pois na noite anterior, quando estavam conversando em um determinado local próximo ao alojamento, subitamente eles viram uma moça vestida de branco, com a cabeça e o corpo cheios de cortes, e ela estava gemendo muito e olhando para eles pedindo socorro.
    Em seguida em se afastou e desapareceu.
    Ambos os médicos disseram que nunca sentiram tanto medo em suas vidas. Fecharam sua conta e foram embora.

  • AVISTAMENTOS DE OVNI's:

    Um Objeto Voador Não-Identificado (OVNI) sobrevoou o Morro Araçoyaba, na Floresta Nacional de Ipanema (Flona), causando surpresa e perplexidade nos funcionários da reserva ambiental localizada em Iperó.
    Este avistamento ocorreu na noite de sábado dia 14 de julho de 2001, quando dois integrantes da brigada de incêndio da Flona estavam trabalhando numa das torres de observação da floresta.

    Os brigadistas e guias relataram que se não estivessem juntos naquele momento, não iriam acreditar no que viram.

    "Foi adrenalina pura e ainda bem que não foi só eu que vi", resumiu um dos brigadistas ao falar sobre a "estranha luz" que surgiu do meio da floresta, junto ao lendário morro. O objeto voador realizou uma série de "loopings" no céu.

    Outra aparição do OVNI ocorreu no mês de Junho daquele mesmo ano.
    Naquela noite, o estranho objeto não só foi visto como fotografado.
    O Jornal Cruzeiro do Sul obteve, com exclusividade, quatro fotografias que foram tiradas por um funcionário que faz parte da brigada de incêndio da reserva.

    A luz fotografada provavelmente surgiu de uma encosta do morro. Ao mesmo tempo em que permanecia por alguns segundos parado no ar, sem emitir qualquer ruído, de repente se movia e dava rápidos "loopings", indo de um local para outro.

    Uma fotografia registrou o momento em que o objeto estava parado, mas três outras flagraram os seus loopings, por isso, o rastro de luminosidade devido ao movimento rápido no céu, captado no momento da fotografia.

    Os brigadistas relataram que o estranho objeto luminoso que viram no dia 14 de julho de 2001, parecia ter surgido de dentro do morro, mais precisamente de uma imensa fenda existente na formação geológica mais conhecida na região de Sorocaba como o Morro de Ipanema.

    "Aquela luz subiu do lado sul, parecia ter saído de dentro do morro, vindo na direção da nossa torre de observação, localizada na região leste. Permanecia parada, sem emitir qualquer barulho, mas por diversas vezes realizou 'loopings' no ar", contou o brigadista.

    O fotógrafo detalhou que o objeto pôde ser visto por alguns minutos apenas. "Por um instante pensei que aquela luz estava nos observando. Em determinado momento, a sua luminosidade bem clara se desfez como uma cascata de luzes e permaneceu apenas um ponto vermelho imóvel no céu. Ficou assim por alguns instantes até descer em direção ao mesmo local de onde havia subido. Ao cair junto ao morro, passou a emitir clarões. Pareciam flashes de máquina fotográfica até ficar sem bateria", diz o fotógrafo.

    Tanto os brigadistas, como o fotógrafo fizeram questão de insistir que o objeto teria surgido do meio de uma fenda natural existente no morro de Ipanema. "Sobre esta fenda passa o Trópico de Capricórnio", acrescentaram.

    Esta não é a primeira vez que ocorre um fato do gênero envolvendo o morro da antiga Fazenda Ipanema.
    Há questão de anos alguns enormes círculos surgiram estampados no mato rasteiro em uma área do topo do morro, próxima da Jazida Ipanema da empresa cimenteira Holdercim. O capim de dentro dos círculos ficou totalmente queimado e por um bom tempo nada nasceu ali.

    Quem contou isso foi o engenheiro agrônomo chefe da fiscalização da Flona de Ipanema, que disse ter visto com os próprios olhos os estranhos círculos. O fato, no entanto, foi mantido em sigilo até agora, mas o Engenheiro disse que uma equipe de especialistas em ufologia esteve na ocasião vistoriando a área. "O curioso de tudo é que por meses os círculos permaneceram sem que tivesse nascido qualquer planta dentro deles", detalha ele.

    Antigos moradores da região de Ipanema acham perfeitamente possível que "objetos voadores" estejam rondando o morro e as matas da histórica fazenda. Esta não seria a primeira e não vai ser a última vez que isso irá ocorrer por lá, dizem, porém, não concordam que possa ser algo ligado a extraterrestres. Acham que pode ser mais um fenômeno natural. Talvez até relacionado a uma segunda dimensão, perfeitamente explicável no âmbito da espiritualidade e da parapsicologia.

    Um velho morador, que pediu para não ser identificado, recorda, por exemplo, que os rituais indígenas sempre estiveram apoiados nos chamados espíritos da natureza. E que o morro de Ipanema, recheado de minérios, é (e sempre será) enigmático, possuindo energia suficiente para provocar isso que os funcionários da Flona juraram estar vendo.



    Fotografia das evoluções do OVNI visto na Fazenda Ipanema

    Muitos outras ocorrências sobrenaturais e fantásticas aconteceram e acontecem até hoje na Fazenda Ipanema.
    Seria um reflexo do passado sofrido dos escravos que viveram naquele local?
    Haveria naquela região algum tipo de portal interdimensional ligando nosso mundo à outro permitindo tantos fenômenos paranormais?

    A resposta fica para cada um imaginar, ou para aqueles que tiverem coragem de se embrenhar nos mistérios da Fazenda Ipanema.


    These icons link to social bookmarking sites where readers can share and discover new web pages.
    • Digg
    • Sphinn
    • del.icio.us
    • Facebook
    • Mixx
    • Google
    • Furl
    • Reddit
    • Spurl
    • StumbleUpon
    • Technorati