Abraxas: Demônio que era representado com uma cabeça de galo, grande barriga e rabo
cheio de nos. Sempre carregava consigo um chicote e um escudo. Usado também, como
termo místico, muito em voga entre os gnósticos. Na numeração grega, suas sete letras,
Abraxas ou Abracax, denotam o numero 365 – supostamente, a soma total dos espíritos que
emanam de deus. Para os ocultistas, a palavra tinha poderes mágicos e, gravada em pedras,
poderia ser usada como amuleto ou talismã, para dar sorte. Daí a origem da palavra magica
Abracadabra, que protege as pessoas do mal, de doenças, da morte e abre todas as portas.
Essa curiosa palavra foi usada, pela primeira vez, no século 11 d.C. (não entendi bem esta
data no escrito), por Quintus Serenus Sammonius, sábio responsável pela saúde do imperador
romano, sendo sua origem desconhecida.
No ano 208, foi mencionada em certo poema, quando o imperador Severus esteve na Gran
Bretanha, como cura certa contra a febre terçã, que e aquela que se repete com três dias de
intervalo. Aparece no denominado "Triângulo Mágico”, que tem conexão com outros
conceitos do ocultismo, inclusive no simbolismo do Tarot, e para Ter melhor resultado deve
ser escrita na forma de um triângulo, sendo colocada em volta do pescoço.

These icons link to social bookmarking sites where readers can share and discover new web pages.
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google
  • Furl
  • Reddit
  • Spurl
  • StumbleUpon
  • Technorati