A lenda do rei Mahabali (mahābali) ou Māvēli(como ele é conhecido localmente na sua terra natal) é a mais popular e a mais fascinante de todas as lendas de Onam. Onam celebrava a visita do rei Mahabali, um antigo rei Dravida ao estado de Kerala todo o ano. O festival é celebrado com fervor dado que o rei Mahabali era muito respeitado pelo seus vassalos. Popularmente Mahabali era chamado de Maveli e Onathappan. Acredita-se ter sido ele um regente do sul da Índia vários milênios antes da era Ramayana e seu império se estendia desde Vindhyas ao norte se estendendo para o sul.


Reino do rei Mahabali


A lenda diz que o lindo estado de Kerala era a capital do rei Asura (demônio), Mahabali. O rei era muito respeitado no seu reino e era conhecido por sua sabedoria, ponderação e extrema generosidade. Dizem que Kerala testemunhou sua era dourada no reino do rei Mahabali. Todos estavam felizes no reino, não havia discriminação com base na classe ou castas. Ricos e pobres eram tratados equalitamente. Não havia crime, nem corrupção. O povo não trancava as suas portas, pois não havia ladrões no reino. Não havia nem pobreza, tristeza ou doença no reino do rei Mahabali e todos eram felizes e contentes.


Breve história do rei Mahabali


Podia se notar que Mahabali era filho de Veerochana e neto de Prahlad, o filho devoto do rei Hiranyakashipu. Mahabali pertenceu a dinastia Asura (demônio). Sua bravura e força de caracter concederam a ele o título de "Mahabali Chakravathy" ou Mahabali - O Grande Penitente.

Desafios dos Devas

Preocupados com o crescimento da popularidade e fama do rei Mahabali os Devas tornaram-se extremamente preocupados e invejosos. Eles se sentiram ameaçados na sua supremacia e começaram a achar uma estratégia para se livrar do dilema.

Para reduzir o crescimento do Mahabali e manter a sua própria supremacia, Aditi, a mãe dos deuses procurou ajuda de Vishnu (o preservador da trindade Hindu) a quem Mahabali adorava.

Dizia-se que Mahabali era muito generoso e caridoso. Se alguém se aproximasse dele pedindo ajuda ou solicitando algo ele sempre consentia. Para testar o rei, Vishnu se disfarçou como um garoto pobre e Brahmin chamado Vamana. Ele foi até o reino de Mahabali, exatamente após ter realizado suas orações e se preparar para conceder dádivas aos Brahmins.

Vishnu se volta para o avatar Vamana

Disfarçado como Vamana, Vishnu diz que ele era um pobre Brâmane e pediu um pedaço de terra. O generoso rei disse que ele poderia ter tanta terra quanto quisesse. O Brâmane disse que ele queria apenas a terra que ele próprio pudesse cobrir com três passos. O rei ficou surpreso ao ouvir este humilde pedido, e insistiu que o garoto pedisse mais. Mas o brâmane novamente disse que queria apenas a terra que se estendesse sob três dos seus passos. Assim Mahabali concordou.

No momento que o rei Mahabali concordou em conceder a terra, Vamana começou a crescer e eventualmente acabou ficando com dimensões cósmicas. Com seu primeiro passo o garoto cobriu toda a terra e com o segundo os céus. E então ele perguntou ao rei Mahabali onde ele poderia dar o terceiro passo.

O rei percebeu que ele não era um ordinário Brâmane e seus três passos destruiriam a terra. Mahabali, com as mãos postas, inclinou-se perante Vamana e pediu para ele desse seu último passo sobre a sua cabeça para que assim ele pudesse manter a sua promessa. O Brahmin colocou seu pé sobre a cabeça do rei, e o levou para o patala, o mundo subterrâneo.

O rei Mahabali pede para visitar Kerala

O rei era muito ligado ao seu reino e seu povo, ele pediu para que fosse permitido visitar Kerala uma vez ao ano. Vishnu concedeu seu desejo.

These icons link to social bookmarking sites where readers can share and discover new web pages.
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google
  • Furl
  • Reddit
  • Spurl
  • StumbleUpon
  • Technorati